A app que prevê os congestionamentos de trânsito

A app que prevê os congestionamentos de trânsito

Qualquer smartphone consegue calcular a menor distância entre dois pontos e até mesmo recomendar uma rota que evite o tráfego ao longo do caminho. Mas o que dizer de uma aplicação que ajuda a evitar o congestionamento de trânsito antes mesmo de ela começar?

Esta é a premissa do Greenway, um novo programa para o Windows Phone que se conecta com os locais onde estão os utilizadores, os seus destinos e velocidades, gerando um algoritmo que descobre onde e quando os engarrafamentos têm probabilidade de ocorrer. O programa fornece, de seguida, uma rota alternativa para afastar os carros dessas estradas. Esta rota foi chamada de Greenway e está optimizada para o tráfego, o tempo e a quantidade de combustível usada, com base nos dados sobre os locais para onde os outros condutores se estão a dirigir na mesma altura.

Segundo o co-fundador do serviço, Christian Brüggemann, em declarações ao Grist, a aplicação actua com dados sobre uma estrada, como o número de vias e os limites de velocidade, para calcular o número máximo de veículos que pode suportar antes de um engarrafamento. O sistema redirecciona então os automóveis das ruas movimentadas, de modo a que a que estas não atinjam a sua capacidade limite.

Um usuário de telefone vai enviando actualizações para o Greenway quase constantemente, para que a aplicação possa redireccionar rapidamente o condutor, caso o esteja a levar para um local congestionado.

Até agora, esta abordagem parece estar a funcionar. Numa simulação de computador com 50 mil carros, os utilizadores do Greenway chegaram aos seus destinos de forma duas vezes mais rápida do que os não-utilizadores. E apenas consumiram um quinto do seu combustível. Em Munique, Alemanha, um grupo-piloto de uma dúzia de condutores está agora a testar o programa na vida real.

Uma das partes mais interessantes da aplicação é o seu modelo de negócio. Esta é gratuita, mas os utilizadores que optarem pela rota Greenway pagarão uma pequena taxa para informações privilegiadas – 5% do custo do combustível que vão economizar usando o programa, mas nunca mais de 28,7 kz (€0,23) por rota. Se o sistema levar o condutor por uma distância maior do que a que deveria para ele chegar ao seu destino, a informação fica por conta da casa.

Os fundadores estimam que, para a aplicação ser verdadeiramente eficaz, precisarão de envolver pelo menos 10% dos condutores de uma cidade. Para expandir o mercado, a equipa Greenway está à procura de capital para codificar o aplicativo para iPhone e Android e espera fechar acordos com empresas de táxis. O prémio de 955 mil kz (€7.595), angariado em Julho deste ano no Imagine Cup, em Sydney, uma competição de tecnologia promovida pela Microsoft, vai ajudar neste arranque.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores