Sistemas de partilha de carros conquistam as empresas

Sistemas de partilha de carros conquistam as empresas

Cada vez mais, as empresas preocupadas com o futuro estão a equacionar formas de partilhar recursos. Um dos exemplos que evidencia isso mesmo é a crescente aposta nos serviços de partilha de carros como veículos da empresa, em vez de estas comprarem a sua própria frota.

A WeGo, uma startup de partilha de automóveis sedeada na Holanda, lançou recentemente uma opção de negócio que tira exactamente partido disto – em vez de as empresas investirem nos seus próprios veículos, os funcionários têm acesso a um carro WeGo a qualquer altura. Os empregados conseguem destrancar os automóveis com uma app WeGo e uma permissão do manager.

É certo que o sistema de partilha de carros ainda não chegou ao continente africano, mas esta é uma tendência global e, naturalmente, será uma realidade também em Angola, por isso é preciso começar já a falar do futuro.

Optar por este género de sistemas pode ser benéfico para as empresas e, ao mesmo tempo, para a natureza. Às empresas permite uma redução clara dos custos porque não têm de comprar ou alugar carros; o ambiente agradece porque há menos veículos em marcha, e menos poluição, quando os recursos são partilhados.

Nos Estados Unidos, a ZipCar também já tem uma opção especial de adesão para empresas, tal como algumas de aluguer de automóveis. Já o programa de partilha da Enterprise dá a opção de se substituir na totalidade a frota de uma empresa ou colocar somente alguns veículos perto do escritório. Segundo o site, optar por partilhar os carros da empresa pode reduzir a pegada de carbono em 42% ao reduzir o tamanho da frota de 40 para 26 viaturas.

Se mais empresas de aluguer e partilha de automóveis seguirem esta tendência, decerto que o futuro será um pouco melhor – tanto para os empresários, como para o ambiente.

Foto: Sob licença Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores